Tartufo
de Molière

Temporada artística

2005

Em exibição

março 2005
Teatro Municipal Baltazar Dias

Classificação etária

Maiores de 12 anos

Duração

2 Horas
(aproximadamente)

Encenação
Bruno Bravo

INTÉRPRETES E PERSONAGENS

Bernardete Andrade | Madame Perenele, mãe de Orgon
Hugo de Castro | Orgon, marido de Elmira
Margarida Gonçalves | Elmira
Luís Melim | Damis, filho de Orgon
Dina de Vasconcelos | Mariana, filha de Orgon
Richard Matos | Valério, namorado de Mariana
Norberto Ferreira | Cleanto, cunhado de Orgon
António Plácido | Tartufo
Sílvia Marta | Dorina, criada de Mariana
Zé Ferreira | Leal
Sílvia Rodrigues | Filipola, criada de M. Pernele

Ficha Artística e Técnica

Autor | Molière
Encenação
| Bruno Bravo
Cenário e Figurinos | Miguel Vieira
Assistência de Encenação | Sílvia Rodrigues
Cabeleiras | Rúben Teixeira
Caracterização | Miguel Vieira e Rúben Teixeira
Chefe de Costura | Ilda Andrade
Ajudante de Costura | Conceição Franco
Desenho de Luz | Bruno Bravo e Eduardo Luíz
Encarregue de Contra-regra | Avelina Macedo
Montagem, Operação de Luz e Maquinista | TMBD
Produção Executiva | Patrícia Perneta

Texto do Encenador

Tartufo é uma comédia intemporal de Molière incrivelmente moderna para a época em que foi escrita bem como para os dias de hoje.
A religião e os seus padrões morais são aqui tratados com a sobriedade desconcertante de quem sabe que o Homem precisa de referências (neste caso religiosas) que lhe permitam viver com um sentido de segurança. Orgon, pai de família, encontra essas referências em Tartufo, como se este fosse a voz de Deus e alicerce moral de toda a sua família e depois de si próprio. Tartufo, beato falso, constrói a sua máscara em função das necessidades de Orgon e acolhe a sua devoção com intenções perversas. Esta relação pode ser também um símbolo aplicável aos dias de hoje nos mais variados contextos. É com uma frescura imensa e uma ironia acutilante  que Molière nos fala de tudo isto e ficamos com a sensação de que  em qualquer altura da vida também nós fomos “tartufiados”.

Start typing and press Enter to search

Produção 75 do Teatro Experimental do FunchalProdução 99 do Teatro Experimental do Funchal