HAKIM – O Contador de Histórias
de Norberto D’Ávila

Temporada artística

1997

em exibição

1997
Cine Teatro de Santo António

classificação etária

Maiores de 3 anos

duração

1 Hora
(aproximadamente)

Encenação
Eduardo Luíz

INTÉRPRETES E PERSONAGENS

José Ferreira | Idriss e Califa 
Magda Paixão | Taieb 
Duarte Rodrigues | Hakim 
José Abreu | Maruf 
Miguel Vieira | Ali e Guarda 
Patrícia Perneta | Zubaida
Eliezer Azevedo | Grão Vizir 

Ficha Artística e Técnica

Texto | Norberto D’Ávila
Adaptação, Direcção Artística e Encenação | Eduardo Luíz
Assistência, Direcção de Cena e Contra-cena | Cristina Loja
Ajudante de Contra-rega | Isabel Fernandes
Concepção Cenográfica | Paulo Sérgio
Executantes de Cenografia | Patrícia Freitas, Susana Freitas e Lúcia Francisco
Carpintaria e Pintura | Sérgio Rodrigues
Ajudantes de Carpintaria | Bruno Caldeira e Nélio Vieira
Serralharia | SR Interiores e Exteriores
Figurinos | Dina Pimenta
Adereços Cénicos e Figurinos | Carmen Silva
Execução de Tapetes | Maria José Ferreira e Salomé Costa
Chefe de Costura | Julieta Arriaga
Ajudantes de Costura | Ilda Câmara, Conceição Jardim, Conceição Franco, Isabel Pereira
Caracterização | Miguel Vieira
Capa de Programa e Diagramação | TEF
Pintura de Painel | Raúl Pestana
Luminotecnia | Hélder Martins
Ajudantes de Luminotecnia | David Ferreira, Francisco Gomes e Élvio Nunes
Letras das Músicas | Kiko Palmeira
Música, Orquestração e direcção vocal | Ricardo Gonçalves
Sonoplastia | Henrique Vieira
Sonorização | Henrique Vieira e Rui Branco
Serviços do Cine Teatro Santo António | Fernando Mendes, Gabriel Gonçalves e Rosalina Rodrigues
Bilheteira | Angelina Santos e Fátima Sá
Assistente do Director Artístico | Duarte Rodrigues
Responsável Sector de Teatro para a Infância e Juventude | Magda Paixão
Produção | Teatro Experimental do Funchal
Equipa de produção | Eliezer Azevedo, Patrícia Perneta e Duarte Rodrigues

Texto do Encenador

Construir, meus amiguinhos, é uma tarefa que implica uma dedicação enorme. Não basta querer ter as coisas que desejamos, é preciso lutar para que elas aconteçam, só assim é que podemos dizer que valeu a pena termos sido crianças como vocês e daqui a uns anos sentirmo-nos satisfeitos pelo que conseguimos alcançar.
Por isso as minhas palavras são para que mais este Natal seja um momento de alegria e também o redobrar de desejos para o vosso futuro.
Um grande beijo rodeado por um abraço.

Start typing and press Enter to search

Produção 55 do Teatro Experimental do FunchalProdução 59 do Teatro Experimental do Funchal